Tag Archives: radiofrequencia

15 de janeiro de 2020

Gordura localizada: trate com tecnologias

Gordura localizada: como tratar esse problema?

Gordura localizada é nosso tema de hoje.

Provavelmente você já malha, você tem uma alimentação saudável, mas e aquela gordura que insiste em permanecer naquele lugar que você não quer?

Onde a gordura localizada é mais comum e incômoda?

– abdômen;
– flancos;
– aquela perto do sutiã;
– a que fica anterior a axila;
– coxas.

Algumas são muito difíceis de serem tratadas com emagrecimento, alimentação balanceada e atividade física.

Mas nós, dermatologistas, temos a solução para o seu problema.

Você sofre com as estrias? Clique aqui e descubra como tratar essa queixa.

Tecnologias

Temos várias tecnologias à sua disposição.

Tem a parte do congelamento da gordura.

Esse equipamento degrada a gordura e consegue eliminar até 30% dela.

Outros aparelhos também que a gente usa associado ou somente ele, depende da sua avaliação, como o ultrassom macrofocado, como o onda, como o Legacy que é uma radiofrequência.

Então a gente ajuda a tratar várias áreas, de diferentes formas.

Procure o seu médico dermatologista ou entre em contato com a gente para fazermos sua avaliação e tratarmos as suas insatisfações.

21 de outubro de 2019

Flacidez corporal

Flacidez corporal: o que fazer com ela?

Flacidez é o assunto de hoje. Quem que não olha, às vezes, para o seu corpo e acha em alguma parte dele flacidez?

Você, às vezes, olha para alguma parte do seu corpo e enxerga que aquela parte está flácida, principalmente algumas áreas como braços e face interna de coxas.

São áreas em que a flacidez realmente incomoda e, às vezes, a pessoa não consegue nem usar um short ou uma camiseta, porque a flacidez incomoda.

E a flacidez tem solução?

As pacientes sempre me perguntam se é possível melhorar a flacidez. Olha, hoje sim. Hoje você consegue melhorar sua flacidez.

A flacidez piora com a idade, mas até gente jovem tem flacidez.

E uma coisa é flacidez de músculo. Essa é mais tranquila, você vai malhar para melhorar e você vai sentir a diferença, mas a flacidez não é só de músculo, mas de pele. E quando a flacidez é de pele, o dermatologista pode ajudar mais ainda.

Tratando a flacidez

Na flacidez de pele você tem que associar tratamentos, associar tecnologias que são muito importantes.

Associar a radiofrequência ou ultrassom microfocado, que vão ajudar muito no tratamento, como também associar os injetáveis, os bioestimuladores.

São substâncias que nós injetamos com agulhas nas áreas corporais clássicas e elas estimulam a produção de colágeno, bioestimulam a sua pele.

Com isso você vai produzir o colágeno, o que vai ajudar essa pele a ficar mais firme. E depois, com as tecnologias, você melhora ainda mais essa pele.

Essa associação dos bioestimuladores com as tecnologias é uma excelente escolha para o tratamento da flacidez corporal.

E hoje é muito tranquilo, porque você consegue com muito pouca invasão, pouco número de sessões (de uma a três sessões) trabalhar sua flacidez.

Bioestimuladores

Nós temos dois mais importantes, o ácido polilático e a hidroxiapatita de cálcio.

Esses dois bioestimuladores trabalham na região corporal de uma forma muito interessante. Às vezes para alguma área eu prefiro um e para outra área o outro.

É importante sim a opinião médica, a avaliação, para que o dermatologista escolha o melhor produto para você, para o seu tipo de pele e veja qual associação fazer entre a tecnologia e o bioestimulador.

No tratamento da flacidez corporal a associação é muito legal, cientificamente estudada e com resultados comprovados.

É ciência, não é milagre. Pode acreditar!

28 de junho de 2019

Tratamentos corporais no inverno

Tratamentos corporais: inverno é ótimo momento para tratar

Tratamentos corporais agora no inverno podem garantir o corpo dos seus sonhos no verão. Você já tinha pensado nisso?

Agora no inverno as roupas são mais compridas, escondem mais o corpo e, às vezes, você pode pensar em aproveitar isso para ficar um pouquinho fora do peso, afinal as roupas escondem tudo.

Mas isso está errado! Tem que pensar que depois do inverno vem o verão, vem a estação quente, quando o corpo estará mais à mostra, quando virão os biquínis.

Então pense no seu corpo agora, não deixe para pensar no verão. Aproveite o inverno para se cuidar.

Coma melhor, se alimente melhor, faça exercícios e comece a se programar em relação às suas tecnologias, em relação ao que você pode fazer pela sua celulite, pela sua gordura localizada, pelas suas estrias e pela flacidez.

Você pode começar o tratamento agora no inverno, por que não? Se você começar a pensar no seu corpo agora no inverno, no verão vai ficar tudo mais fácil. Então não pense que o inverno e as roupas mais quentes possam esconder alguma coisa, já pense no seu biquini agora no inverno.

E o que você pode fazer pelo seu corpo agora no inverno para deixá-lo preparado para o verão?

Gordura localizada

Depois de um tempo na vida, a gordura localizada começa a aparecer em alguns lugares estranhos, nas costas, nos flancos, no abdômen e ela pode ser tratada de uma forma não invasiva com a criolipólise desenvolvida em Harvard.

É uma criolipólise que já está conosco há mais de 7 anos e que vem desenvolvendo ponteiras novas, específicas para cada região do corpo.

Você pode fazer hoje o seu tratamento e vai conseguir nos próximos 3 meses ter o resultado completo deste tratamento.

Por isso é importante tratar essa gordura agora no inverno e a criolipólise é a melhor opção.

Você pode fazer mais do que uma vez, se achar que pode ter um resultado ainda maior, sem problemas. Em geral, uma ou duas sessões é perfeito.

Você pode fazer uma ou várias ponteiras, dependendo do desenho que você quer ter no seu corpo.

Celulite

Para celulite a radiofrequência é uma boa alternativa. Através do calor, ela melhora a oxigenação tecidual, melhora a mobilização das fibras colágenas, a flacidez local e, com isso, melhora a celulite.

Às vezes só a radiofrequência não dá conta, você precisa da subcisão, que é um método cirúrgico para graus mais avançados de celulite.

O médico corta e solta as fibras que estão puxando a pele para baixo, dando aquele aspecto almofadado. Com a subcisão é possível melhorar as celulites mais graves. Esse procedimento associado às tecnologias geralmente trazem um bom resultado.

Uma coisa interessante de pensar na celulite é que ela, geralmente, está associada à flacidez.

Flacidez

E para flacidez uma ótima opção são os bioestimuladores.

Temos o ácido polilático e a hidroxiapatita de cálcio que trabalham na flacidez de pele. E quando você melhora a flacidez de pele, em geral, melhora também a celulite.

Nós falamos de flacidez, de celulite e de gordura localizada, que são tratamentos que precisam ser pensados agora, para você ter tempo de melhorar tudo isso e deixar o corpo pronto para o verão.

10 de janeiro de 2019

Flacidez: ela vai aparecer para você também

Flacidez atinge corpo e rosto com o passar dos anos

Flacidez é uma coisa que vai incomodando cada vez mais, isso tanto na face quanto no corpo, mas ela pode ser tratada. Existem várias formas de tratar a flacidez e na maioria das vezes a gente precisa associar tratamentos.

A gente pode associar tecnologias como, por exemplo, a radiofrequência, que através da temperatura muda o colágeno, o fibroblasto e, assim você consegue o resultado. Mas você pode também tratar com ultrassom microfocado, por exemplo, que vai melhorar a flacidez fazendo microlesões e cicatrizando com colágeno, atuando de uma forma mais profunda.

CELULITE. Se essa palavra lhe dá arrepios, clique aqui e veja como tratar.

Muitas vezes associar essas tecnologias com os injetáveis, como o ácido polilático e a hidroxiapatita de cálcio, que vão estimular esse colágeno, que vai promover o aparecimento de fibroblastos. Então realmente você deve associar.

Você pode tratar! Hoje, cada vez mais, esses tratamentos são cientificamente comprovados, eles trazem um resultado na literatura médica, então, por favor, procure seu dermatologista se você quiser melhorar a sua flacidez do corpo ou da face.

27 de julho de 2018

Você precisa conhecer esses tratamentos para a flacidez!

É possível tratar a flacidez?

Um problema comuns após os 35, 40 anos é a sensação de pele caída em nossa face; sabe quando abaixamos e sentimos a pele da face descolando de nosso osso? Isso é um exemplo da flacidez, que é um problema que incomoda muito.

A flacidez contribui para que você não se reconheça no espelho, mudando parcialmente ou completamente o formato de sua face. Parece que não, mas esse é um problema extremamente comum nos dias de hoje, e felizmente ela pode ser tratada, ou até mesmo prevenida.

Como pode ser feita a prevenção?

A partir dos 30 anos você pode começar a pensar em protocolos para prevenir a flacidez com o ácido polilático por exemplo, evitando um aumentando acentuado de pele caída quando chegar aos 40 ou 50 anos.

O tratamento para a Flacidez

Além do ácido polilático no tratamento da flacidez, podemos contar com equipamentos, tais como o ultrassom microfocado, que é um aparelho que provoca pequenas lesões nas áreas bem próximas ao músculo, essas lesões serão cicatrizadas e irão formar colágeno, se prendendo novamente a pele e ao músculo.

Outra opção, é a radiofrequência, que também é extremamente utilizada na manutenção desses tratamentos. Esse problema em nossa pele, pode ser tratado e prevenido, dando a capacidade de restaurar e tornar jovem o nosso contorno facial, devolvendo nossa autoestima e qualidade de vida.

Se você tiver alguma dúvida e deseja entrar em contato, preencha o formulário abaixo e agende a sua consulta!

Nome:








 

 

15 de fevereiro de 2016

Celulite tem tratamento?

Celulite tem tratamento?

Eu gostaria de falar sobre um problema que é a celulite.

A celulite é uma afecção que acomete basicamente as mulheres e as incomodam bastante, principalmente nessa época do ano que é o verão. Muitas deixam de participar de programas entre amigos para não se expor de biquini em praias, piscinas e parques por causa do constrangimento que a pessoa sente em relação a esse tema.

Como tratar a celulite?

A celulite é uma afecção inflamatória que causa edema. Você pode mudar algumas atitudes do dia-a-dia afim de melhorar esse problema, por exemplo: você ativa a circulação quando se alimenta bem, de forma saudável, e faz atividade física. Mas hoje em dia nós conseguimos com as tecnologias existentes melhorar muito o aspecto clínico dessa celulite. Existem aparelhos que fazem esse complemento à saúde da mulher.

Você pode ter acesso a equipamentos de radiofrequência que ativam e fazem uma redução do nível de células de gorduras, melhorando o aspecto da celulite. A radiofrequência pode ser associadas a infravermelho, que melhora a circulação, melhora a inflamação. Você faz uma sucção para aproximar essa região a ser tratada.

Existem tratamentos injetáveis com bioestimulantes, que podem ser aplicados como complemento, inclusive em áreas que tem flacidez e aquelas depressões de celulite. Quando a depressão é muito forte e fazem os furinhos da celulite, você pode fazer uma liberação desses furinhos com submissões, como se fosse uma liberação de uma fibrose, que tracionam a pele.

Celulite tem jeito!

Com todos esses tratamentos você consegue amenizar o aspecto da celulite e ficar muito mais livre, se sentir muito mais bonita. Especialmente nessa época de verão, quando nosso corpo fica naturalmente mais exposto, é importante que você obtenha mais informações sobre a celulite e seus tratamentos com o seu dermatologista. O médico dermatologista é a pessoa certa para lhe ajudar!